Wednesday, September 24, 2014

Caminhando no Planeta C

Uma Noite Mágica

25 de Janeiro de 2013


Estou fisicamente em Roma, mas mentalmente a funcionar em modo de gala

Estou em Roma neste momento, com as cantoras dos CHIC, para um programa de TV da RAI, mas como alguns de vocês já devem ter reparado, estou a funcionar em modo de Gala.

A minha fundação, a We Are Family Foundation, promove uma Gala de Celebração anual onde homenageamos pessoas muito especiais que fazem muito pelos outros. Já homenageamos o Quincy Jones, a Dr. Maya Angelou, o Paul Simon, o Sir Elton John e muitos outros em anos anteriores.

Este ano, estamos entusiasmados por homenagear a Dr. Jeni Stepanek, Ph.D., o Daniel H. Stern e o Adam Lambert. Vai ser uma noite fantástica, seguida de um concerto com a minha banda CHIC e o Adam, além de outros convidados muito especiais.

Provavelmente, a melhor parte do trabalho que fiz com o Adam Lambert, foi de ter nascido à frente de toda a gente. No início do ano passado, o Adam e o Sam Sparro estavam a trabalhar numa faixa em conjunto, e mandaram-me um tweet dizendo que seria muito cool se fosse eu a tocar guitarra. Alguns re-tweets de fãs mais tarde, estávamos os 3 a falar sobre como iríamos conseguir fazer com que isso acentecesse, e aconteceu.

Há duas semanas, a minha fundação e eu anunciámos que iríamos homenagear o Adam Lambert e que ele e eu iríamos actuar juntos. Agora podemos confirmar a presença do Sam Sparro no espectáculo e, sim… iremos com certeza tocar "Shady", juntos ao vivo, pela primeira vez na história.

Este já era um evento bastante único, agora ainda mais. Sinto genuína humildade e gratidão pela forma como esta gala evoluiu de evento cancelado (devido ao furacão Sandy) para aquilo que promete vir a ser uma experiência absolutamente inesquecível.

Para aqueles que lá irão estar, vamos ter Uma Noite Mágica!

 


Cantor/compositor e produtor, nomeado para Grammys, e homem de estilo, Sam Sparro


O primeiro tweet que o Sam me enviou sobre trabalharmos juntos naquilo que viria a ser o tema "Shady"




 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

O Último Ano da Minha Vida

21 de Janeiro de 2013


2012 foi como uma volta na montanha-russa com muitos altos e baixos

2012 foi como uma volta na montanha-russa - muitos altos e baixos e muitas voltas e reviravoltas. Embora faça parte do mundo do entretenimento, tenho uma vida semi-solitária porque sou principalmente um compositor, mas gosto de tocar guitarra e de sair.

Já colaborei em várias gravações, composições, produções e eventos ao vivo com uma lista de vários dos mais reconhecidos artistas, demasiado longa para mencionar numa única publicação deste blogue.

Um dos encontros mais surpreendentes deste ano foi com o Russell Peters. Já o apreciava como cómico muito antes de nos conhecermos, mas não tinha ideia do quanto ele era interessado por música.

Muitas das minhas mais fortes relações tiveram origem num amor (com)partilhado pela música. Na noite em que conheci o David Bowie falámos sobre música até fartar - da mais comercial à mais avant-garde. Esse encontro transformou profundamente as nossas vidas.

Quando eu e o Russell nos conhecemos no espectáculo dele no Barclays Center, pôs-me logo a rir às gargalhadas, claro, mas a capacidade que ele tem de discutir música ao nível que discutimos, surpreendeu-me de tal forma que fiquei estupefacto.

A gala anual da minha fundação beneficiente We Are Family está marcada para 31 de Janeiro e o Russell terá um grande papel a desempenhar nela. Já me deu ideias musicais sólidas e pôs-nos em contacto com a lenda do Hip-Hop Grandmaster Melle Mel.

Durante a gala, que foi reagendada depois de o furacão Sandy nos ter feito cancelar a data incial prevista, o Russell contará algumas anedotas, fará de DJ, de MC, e sabe-se lá o que mais na última noite do primeiro mês de 2013. 2012 foi como uma volta na montanha-russa, mas já passou a ser O Último Ano da Minha Vida.

 


Embora esteja a sorrir, tinha acabado de passar o dia em exames médicos - 2012 foi como uma volta na montanha-russa


No ano passado colaborei com o Homenageado com o Galardão Unity 2012 da WAFF, Adam Lambert, e vários outros artistas de renome


"Let's Dance" surgiu em resultado daquele primeiro encontro que eu e o David Bowie tivemos


Eu, GZA, DjKool Herc, Melle Mel, & Russell Peters nos bastidores - a primeira vez que conheci o Russell


O Russell desempenhará um papel crucial na gala da fundação We Are Family


O Furacão Sandy fechou-nos as portas e cortou a electricidade à sala onde íamos fazer a gala

 


VIDEO: Ensaios da Gala de 2011 da WAFF com GZA & Q-TIP - "Good Times" nos ensaios da Gala de 2011 da WAFF com GZA & Q-TIP

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

Ídolos Americanos!

18 de Janeiro de 2013


Adam Lambert, Homenageado com o Galardão Unity - a minha banda CHIC e eu iremos tocar "Shady" e outras canções com ele

Quando acordei esta manhã fui invadido por um pensamento poderoso: aprecia este momento, porque não sabes como vai ser o resto do dia. Fui até lá fora, respirei o ar fresco do oceano e dei início a um dos meus dias normalmente agitados: respondi a e-mails da Fender Guitars, do Irvine Welsh, do Avicii, dos Grammys (a minha editora, Sumthing, tem a primeira banda sonora de vídeo-jogos de sempre a ser nomeada), da Anita Baker, dos Simian Mobile Disco e de um dos tipos mais engraçados do planeta, Russell Peters. Tomei os meus medicamentos - alguns de vocês poderão não saber que travei uma batalha feroz com o cancro/câncer - e depois engoli o pequeno-almoço.

Quando digo que, "Não tomo a vida como se fosse garantida", não estou a exagerar. A morte já me apareceu à porta e foi-se embora quase tantas vezes quantas o carteiro!

Celebro a vida todos os dias e hoje tinha uma boa razão para celebrar. O meu projecto de beneficiência, a Fundação We Are Family, revelou muitos dos artistas que irão actuar na nossa próxima gala. A gala deste ano sofreu muitas contrariedades - desde o furacão Sandy, problemas de reagendamento de datas no local do espectáculo, a um número de falecimentos imprevistos de amigos próximos.

O nosso modo de operação é o seguinte: tentamos fazer o melhor que pudermos com os recursos que estão disponíveis. Enquanto dava graças pelas minhas bençãos, apercebi-me que os nossos melhores recursos são as pessoas. Dão quando não têm que dar, o que nunca deixa de me surpreender. Algumas das pessoas extraordinárias deste ano são: o Homenageado com o Galardão Unity, Adam Lambert (que ficou conhecido internacionalmente através do popular programa de televisão American Idol), a Taylor Dayne, a Kathy Sledge (a voz da canção We Are Family), o Grandmaster Melle Mel, a Anita Baker, os CHIC, o super cómico MC e DJ Russell Peters, o que garante mais um espectáculo incrível nestes onze anos.

As muitas pessoas maravilhosas que nos ajudam desinteressadamente na nossa missão de tentar e ajudar a fazer deste mundo um lugar um pouco melhor para aqueles que não têm tanta sorte quanto alguns de nós, são os meus Ídolos Americanos! (Bem, o Russell é canadiano/canadense)

 


Modelos de guitarras Fender assinadas por artistas, brevemente o meu nomes estará na lista


#01 Fender Strat Hitmaker '59 nº de série 59019


Touré e Rosie Perez - anfitriãos da Gala de Celebração We Are Family Gala Celebration v2.0


O Russell Peters é hilariante, um sério aficionado da música e um dj muito bom


Richard Pryor, que disse "Fire jumps off Jim Brown" (NT: referência a um jogador de futebol americano)


A construção de uma das escolas da Fundação We Are Family - os nossos melhores recursos são as nossas pessoas


Eu tocando guitarra em "Shady" com o Adam Lambert que é verdadeiramente uma excelente pessoa


A extraordinária Taylor Dayne & eu no chalet do Director do Montreux Jazz - descansa em paz Claude


Pioneiro do Hip Hop Grandmaster Melle Mel


We Are Family - considero este o meu melhor álbum de todos os tempos, em comparação subjectiva com os outros


As pessoas ajudam-nos desinteressadamente - Anfitrião do TEDxTeen 2011, Toure - Este programa tem mais de 2 milhões de visualizações


Eu e a Anita Baker com os CHIC na gala da Fundação WAF em Novembro de 2011


O final da Gala do ano passado "We Are Family"

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

A Última Ceia

14 de Janeiro de 2013


Claude Nobs, o Director Geral do Festival de Jazz de Montreux deixou-me organizar um festival dentro do Festival de Jazz de Montreux

Raramente fico sem palavras, mas desde que soube do falecimento do meu bom amigo Claude Nobs, tenho estado meio atordoado. Ele era um dos melhores empresários musicais do mundo. No ano passado, deixou-me organizar um festival dentro do lendário Festival de Jazz de Montreux e foi uma das melhores noites da minha vida.

Conheço o Claude desde 1978, um ano após os CHIC terem assinado com a Atlantic Records. Ele foi o nosso primeiro director de digressão na Europa. Uma coisa posso dizer, o mundo é verdadeiramente um lugar melhor por ele ter estado entre nós. Sentiremos falta da sua presença.

A melhor forma que os músicos têm para celebrar a morte de um de nós, é dedicar-lhes música. Na próxima gala da Fundação We Are Family, iremos dizer-lhe adeus à nossa maneira. Ele era um grande apoiante desta beneficiência e nada será igual sem ele.

Perdi a conta das vezes que actuei para o Claude. Ele respeitava o meu gosto em música de dança e estávamos a planear outra grande noite para mim no festival de Montreux deste ano. Há apenas alguma semanas, jantei com ele e um grupo de de ícones da música. Falei com todos eles desde essa noite maravilhosa a que, agora, decidimos chamar A Última Ceia.

 


VIDEO: Freakout! Montreux - Um Evento Organizado por Nile Rodgers

 


No ano passado, deixou-me organizar um festival dentro do lendário Festival de Jazz de Montreux


Um clássico CHIC em 1978 - o ano em que conheci o Claude Nobs


Dionne Warwick, eu, Claude Nobs e Jackson Browne na passadeira vermelha da gala do ano passado


A Final da Gala do Ano Passado - tenho a certeza que, se olharem com atenção, encontrarão o Claude


Eu depois do jantar com os ícones da música Tommy LiPuma, Claude Nobs, George Wein, Seymour Stein e Tom Silverman

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

FreakOut! Let's Dance

8 de Janeiro de 2013


O meu querido amigo e Director Geral do Festival de Jazz de Montreux, Claude Nobs, está em coma há duas semanas

O meu querido amigo e Director Geral do Festival de Jazz de Montreux, Claude Nobs, está em coma há duas semanas em resultado de um acidente de esqui. Gosto muito dele e rezo pela sua recuperação. Nunca me tratou de outra forma que não fosse com respeito.

Quando os CHIC actuaram pela primeira vez na Europa, o lendário Director Geral do Festival de Jazz de Montreux era o nosso director de digressão. Vem deixando a sua Marca na cena mundial da música há tanto tempo quanto me consigo lembrar. O icónico clássio dos Deep Purple de '72, "Smoke On The Water" é sobre o incêndio que destruiu o local do Festival de Jazz de Montreux e até refere o "Funky Claude" que salvou pessoas desse incêndio.

Quando o David Bowie e eu fizemos a primeira demo do álbum que viria a ser o seu maior êxito de vendas, Let's Dance, telefonámos ao Claude para nos disponibilizar músicos locais. Escrevi o arranjo no meu quarto, no chalet do David em Lausanne, na Suíça, e gravámos nos Mountain Studios dos Queen em Montreux. O David até ouviu o virtuoso guitarrista Stevie Ray Vaughan pela primeira vez no Festival de Jazz de Montreux. O Claude sempre foi amigo dos músicos - seja quando estão no início de carreira, ou quando já são velhos veteranos - ele adora fazer parte daquilo que te ajuda a vislumbrar a tua visão musical.

Há alguns anos, o Claude atribuiu-me a Medalha de Ouro Miles Davis pela actuação dos CHIC em Montreux. Disse-me que podia fazer o que quisesse no festival para o resto da minha vida. No ano passado, deixou-me organizar o meu próprio festival dentro do festival dele. Pareceu adequado dar o nome dos nossos maiores êxitos, meu e do Bowie, ao festival em homenagem ao Claude. Actuei na primeira edição de Freakout! Let's Dance no dia 13 de Julho de 2012. Chamei-lhe A Evolução da Música de Dança.

Nunca tive tanto orgulho de estar associado à música, a músicos e a este homem maravilhoso chamado Claude Nobs. As melhoras rápidas, meu querido amigo - para que nos possamos abraçar, rir e Freakout! Let's Dance.

 


VIDEO: Freakout! Montreux - Um Evento Organizado por Nile Rodgers

 


CHIC nos anos 70


Deep Purple


Folha de pauta de "Let's Dance"


Há alguns anos, o Claude atribuiu-me a Medalha de Ouro Miles Davis pela actuação dos CHIC em Montreux


O Bowie ouviu o Stevie Ray Vaughan pela primeira vez no Montreux Jazz


No ano passado, o Claude deixou-me organizar um festival dentro de outro festival no Montreux Jazz


O Claude informando-me da hora de chegada da Grace Jones


Johnny Marr, Mark Ronson e eu trabalhando nos arranjos de guitarra


Claude Nobs, eu, Grace Jones, Paulo (filho dela) e Felix da Housecat após todas as fantásticas actuações


As melhoras rápidas, meu querido amigo - para que nos possamos abraçar, rir e Freakout! Let's Dance

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

2013 Não Será Aborrecido!

4 de Janeiro de 2013


Nile Rodgers & Daft Punk

No ano passado, tive problemas de saúde e alguns dos meus colegas faleceram. Talvez tenha sido poético acabar 2012 no Japão. Tenho tantas memórias lá, tanto felizes como tristes, mas é sempre revigorante para mim visitar este país. Foi lá que o meu parceiro de longa data, o extraordinário baixista Bernard Edwards, faleceu em Abril de 1996. Foi lá também que a minha banda actuou em Abril de 2011, no rescaldo de uma tragédia triplamente devastadora - tremor de terra, tsunami, e o desastre na central nuclear de Fukushima Daiichi.

Embora Abril no Japão tenha um sabor agri-doce, pode esperar-se que as pessoas reforcem a doçura. Posso sempre contar com um público que adora celebrar, festejar e passar autênticos bons momentos comigo. Deixam-nos tocar seja o que for do meu repertório, e satisfazem todos os meus caprichos artísticos.

Da próxima vez que regressarmos ao Japão, quero fazer uma coisa super especial, porque as pessoas lá estão sempre a chamar-me e a pedir canções que eu achava que só um punhado de gente conhecia. Num mundo de vendas discográficas proporcionalmente baixas (em comparação com os meus dias de glória multi-platina, quando os discos de ouro, platina e diamante eram duplos) o nosso último álbum de estúdio, CHIC-ism, vendeu cerca de 400.000 unidades em Abril de 1992 - um número respeitável pelos padrões actuais.

Da próxima vez que pisar no Japão, a minha colaboração com os Daft Punk já andará nos ouvidos das pessoas, assim como algumas canções em que estarei a trabalhar nos próximos meses com um grupo selecto de artistas e, claro, finalmente o meu material a solo e dos CHIC que andava perdido. Acabe como acabar, 2013 Não Será Aborrecido!

 


Talvez tenha sido poético acabar 2012 no Japão... assinei a t-shirt de um fã mesmo a seguir à meia-noite


Eu e o 'Nard na nossa digressão promocional do álbum CHIC-ism - o Bernard Edwards faleceu em Abril de 1996 no Japão


Os CHIC Ao Vivo na TV Japonesa Sukkiri em Abril de 2011, no rescaldo do desastre de Fukushima Daiichi


Pode esperar-se que os fãs japoneses reforcem a doçura


Posso sempre contar com um público que adora celebrar, festejar e passar autênticos bons momentos


Os fãs dos CHIC estão a ficar cada vez mais novos


Satisfazem todos os meus caprichos artísticos e até nos deixaram tocar a caminho do camarim no final


CHIC-ism vendeu cerca de 400.000 unidades em Abril de 1992


Da próxima vez que pisar no Japão, a minha colaboração com os Daft Punk já andará nos ouvidos das pessoas


Algumas das "Fitas Perdidas" encontradas


Este foi o nosso primeiro concerto de 2013 e foi no Japão


A minha guitarra de assinatura Fender Hitmaker Nile Rodgers deverá ser lançada em 2013


2013 Não Será Aborrecido!

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

De Narita Int'l para JFK NYC

3 de Janeiro de 2013


Voo Delta FL# 172 de Narita Int'l para JFK NYC

Ainda é só o terceiro dia de 2013 e já aconteceram coisas fantásticas! Obrigado Japão! Em breve estaremos de volta. Agora, de regresso a casa. De Narita Int'l para JFK NYC.

 

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

Planeta C - Top 15 de 2012

30 de Dezembro de 2012


2012 tem sido um ano excepcional para o Caminhando no Planeta C. Recordar os pontos altos de 2012 do blogue do Nile sobre o cancro/câncer, música e vida, enche-nos de orgulho. Acima de tudo, porém, agradecemos a todos os que nos apoiaram, àqueles que lêem estes resumos semanais e aos que a eles se dedicam todos os dias.

Aqui está o Top 15 das publicações do blogue em 2012. Feliz Ano Novo!

 

#1 "Ainda Estou em Estado de Choque" - 23 de Setembro de 2012

Passei o dia do meu sexagésimo aniversário dentro de um avião em direcção a Londres, Inglaterra. Fui ao casamento de um velho amigo. Como ninguém me podia contactar durante o voo neste meu marcante aniversário, alguns dos meus mais próximos amigos embarcaram numa empreitada épica.

Ler mais »

 

#2 "Sei Que Estou a Morrer" - 20 de Maio de 2012

Dormi mais nos últimos dias do que me lembro de jamais ter dormido. Tenho estado muito doente e tive que reunir forças para as infindáveis viagens e para os concertos. Mesmo com todo o descanso, fui ficando pior. Ao regressar a casa do aeroporto hoje, senti-me tão doente que não pude evitar pensar "Sei Que Estou a Morrer". Tentei pensar positivamente - mas a frase "Sei Que Estou a Morrer" repetia-se na minha cabeça.

Ler mais »

 

#3 "Freakout! Montreux" - 28 de Junho de 2012

Passei a noite acordado a programar os detalhes finais da nossa mega Dance Party no Festival de Jazz de Montreux a 13 de Julho. Será o primeiro evento desta natureza que organizei desde a formulação dos CHIC. Entendo-o como "A Evolução da Música de Dança".

Ler Mais »

 

#4 "Desde a Madonna ao Adam Lambert" - 7 de Setembro de 2012

Têm ocorrido tantas mortes de amigos e pessoas que conheço nos últimos tempos, que me faz pensar o quanto a dádiva da vida é preciosa. Alguns amigos faleceram repentinamente e outros após longas batalhas com diversas doenças. Há uma máxima que diz, "quando se fecha uma porta, abre-se uma janela" – e esse tem sido verdadeiramente o padrão na minha vida.

Ler Mais »

 

#5 "Os Daft Punk Estão Em Minha Casa" - 7 de Fevereiro de 2012

Hoje vou passar algum tempo com o Thomas Bangalter e o Guy-Manuel de Homem-Christo, mais conhecidos por Daft Punk. Encontrámo-nos brevemente no passado, quando deram uma espécie de festa para audição de um disco em Nova Iorque nos anos 90. Aquilo estava um caos e não tivemos grande possibilidade de estabelecer uma conexão artística, embora me tenham dito que lamentavam a morte do meu parceiro Bernard Edwards. E que gostavam dos CHIC. O sentimento é mútuo.

Ler Mais »

 

#6 "Álbum dos Daft Punk. Estou Super Excitado" - 10 de Agosto de 2012

Nos últimos dias tenho tido montes de reuniões para programar o resto daquilo que já é um ano excitante. Quando achava que já não podia ficar mais animado com o futuro, recebo um telefonema do Paul Hahn da Daft Art's. Ele estava em Nova Iorque e eu também - arranjámos maneira de nos encontrarmos por entre as outras reuniões que tínhamos. Encontrámo-nos no bar do restaurante do Michael Jordan no terminal da Grand Central. Falámos sobre tantas coisas quanto pudemos incluir na nossa curta reunião.

Ler Mais »

 

#7 "Confiar no Processo" - 9 de Maio de 2012

O novo álbum do Adam Lambert, Trespassing, foi divulgado antes do tempo. A maior parte de vocês já ouviram a canção na qual eu toco, chamada "Shady". O que vocês não conhecem é o Processo. Começou com um tweet que o Adam e o Sam Sparro me enviaram, pedindo-me para tocar nesta faixa funky.

Ler Mais »

 

#8 "Cantar e Dançar Até Fartar!" - 20 de Janeiro de 2012

Ontem fui no comboio/trem Acela à Drexel University em Filadélfia, na Pensilvânia. Fui lá por vários motivos, mas enquanto lá estive, aproveitei para visitar os arquivos musicais da universidade.

Ler Mais »

 

#9 "Se Calhar Não Prestamos Para Nada" - 6 de Outubro de 2012

Estou a passar por um ponto baixo na minha saúde física, mas não me queixo. Em vez disso, pergunto-me, "Quem tem uma vida melhor que a minha?" Passei uma rasteira à morte mais vezes que as que posso contar e estou, no momento, a recuperar (novamente) e a trabalhar mais que nunca.

Ler Mais »

 

#10 "Oficialmente Declarado Morto" - 1 de Dezembro de 2012

Tenho andado à voltas com algumas das minhas demos dos anos 80 ultimamente, e tem sido excitante tocar junto dos meus velhos colegas de banda. Adoro tocar guitarra e poderia fazê-lo todos os dias para o resto da minha vida, só pelo gozo que é tocar.

Ler Mais »

 

#11 "Quando a Morte Bater à Porta" - 4 de Setembro de 2012

O Verão terminou oficialmente e, agora, nós os Americanos voltamos ao trabalho. Este foi o Verão em que mais trabalhei na minha vida inteira - portanto, o calendário tem pouco significado para mim além de ser uma ferramenta de medição dos acontecimentos. A minha vida é uma viagem através de intermináveis labirintos, túneis, janelas e portas, e não sei o que se encontra do outro lado.

Ler Mais »

 

#12 "Os Meus Discos Favoritos Dos Daft Punk" - 8 de Fevereiro de 2012

Tive que ir bem cedo no comboio/trem porque queria passar tanto tempo quanto possível com os Daft Punk. Tínhamos que recuperar anos e anos de tempo perdido e encontros gorados do passado. Durante o nosso encontro, o Thomas disse, "Nile, tudo funcionou na perfeição de modo a que nos encontrássemos neste momento."

Ler Mais »

 

#13 "Eles Sabem A Canção" - 5 de Junho de 2012

O Bernard Edwards, meu sócio de longa data, espreitou pela cortina do palco no concerto esgotado que demos no Budokan em Tóquio. "Olha para isto", disse-me ele mesmo antes de entrarmos no palco. "Conseguimos. Não vieram ver-nos, vieram ouvir a nossa música." Esse seria o meu último concerto com ele. Após esse concerto, ele regressou ao quarto de hotel e morreu no sofá. As suas palavras foram profeticamente correctas. Tínhamos conseguido aquilo que queríamos.

Ler Mais »

 

#14 "Caminhando no Planeta C com a BBC" - 15 de Setembro de 2012

Nos últimos dois dias ando Caminhando no Planeta C com o Paul McClean da BBC Radio, e o meu assistente e homem dos sete ofícios, Rich Hilton. Planeta C é um termo que forjei para sempre assim que o cancro/câncer me atacou. Caminhar é a parte principal da minha terapia que posso controlar. Ajuda-me a estar em forma e é uma parte sossegada do dia que tenho só para mim. Nunca levo um leitor de música nas minhas caminhadas, porque a música está constantemente dentro da minha cabeça - essa música é sempre inspirada pelo que vejo e ouço nas minhas caminhadas.

Ler Mais »

 

#15 "Me Estava Sentindo Tão Shady" - 24 de Abril de 2012

Olá rapaziada, daqui D (IAmMisterD). O Nile está em Londres a apoderar-se do mundo, mas eu tive que entrar aqui "ilegalmente" e partilhar isto com vocês (espero que ele não se importe!).

Como muitos de vocês sabem, o Nile trabalhou no mais recente álbum do Adam Lambert e a antecipação relativamente à colaboração que fizeram em "Shady" é nada mais que incrível!

Ler Mais »

 

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

Donna Summer Lembrada por Nile Rodgers

22 de Dezembro de 2012


Donna Summer: autêntica. Fotografia: Fin Costello/Redferns

A cantora Donna Summer foi uma luz brilhante do movimento disco dos anos 70, assim como o guitarrista Nile Rodgers da banda CHIC.

Antes de saber quem a Donna Summer era, entrei uma noite numa discoteca em Greenwich Village com uma amiga e a canção que estava a tocar era Love to Love You Baby. Nunca tinha ouvido nada igual. Parecia um anjo murmurando no meu ouvido, tentando seduzir-me na pista de dança. No dia seguinte saí, fui comprar o disco e fiquei maravilhado. Por esta altura estava a tentar formular o conceito para os Chic e não seria totalmente honesto se tentasse dizer que aquele disco não exerceu uma grande influência sobre mim.

A Donna era aquilo a que chamaria uma soul sister. Era sofisticada, tinha um gosto impecável, era linda, tinha estilo e tinha uma voz extraordinária. Havia qualquer coisa nela … uma confiança extrema, era isso. A Donna e eu éramos provavelmente tão próximos quanto possível em termos de respeito e admiração, mas nunca gravámos juntos, embora parecesse que seríamos um par ideal. Éramos produto do mesmo molde, por assim dizer, e contudo, a primeira grande artista com quem eu e o Bernard Edwards trabalhámos foi a Diana Ross, não a Donna Summer. Não sei bem como é que isso aconteceu.

Apenas tocámos juntos ao vivo uma vez. Foi num programa de televisão de homenagem à Diana Ross. A Mariah Carey, a Beyoncé e a Donna Summer fizeram parte do espectáculo e eu era o director musical. Procurem e vejam essa actuação no YouTube e apreciem o que a Donna fez: cantou como ninguém. Verifique as provas, Sr. Juiz: ela arrasou com aquilo tudo.

Não conhecia a Donna como uma pessoa descontrolada. Se o era, nunca vi esse lado dela e, acreditem, eu estava a par de tudo. Quase sempre que via a Donna era em ambiente muito refinado. Ela era espiritual, protegia a família, tinha uma vida diferente.

Fiquei chocado quando ouvia as notícias. Afectou-me mais talvez por não ter ideia que ela estava doente. Eu estava a organizar um grande concerto em Montreux, na Suíça, e estava esperançado que ela actuasse comigo. O marido dela, Bruce, que era também o seu manager, disse-me: "Se a Donna conseguir, ela estará aí". E, a seguir, deixou-nos. Não conseguia acreditar.

Para mim, a Donna era como um cometa no universo que chegou, brilhou intensamente e em quem se podia confiar. Teve uma série de êxitos fantásticos. Não foi só Love to Love You Baby; álbuns como Four Seasons of Love são incrivelmente bem orquestrados e bem pensados. Espero que a história dê o lugar que é devido à Donna, porque ele era autêntica: uma mega-profissional da música. Foi um cometa que se extinguiu demasiado cedo.

Leia o artigo original no The Guardian AQUI

 

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

Dar Algo Agora!

17 de Dezembro de 2012


As primeiras 100 pessoas serão minhas convidadas DE GRAÇA!

Muitos de nós têm tanto por que dar graças e eu sinto isso no fundo da minha alma. Neste momento da minha vida, tento dar tanto quanto posso, talvez paradoxalmente, porque perdi tanto. Todos os membros originais masculinos da banda CHIC já morreram, excepto eu. Presto homenagem a tudo o que me deram, mantendo viva a música da CHIC Organization.

Sou grato por todos os dias de vida que tenho. Sempre que realizo um evento, adoro oferecer alguma coisa gratuitamente. Os meus clientes desta festa privada permitiram-me oferecer gratuitamente 100 bilhetes para um fantástico evento corporativo. Normalmente, só os convidados têm acesso a este tipo de festas. Num mundo onde tantos têm tanto e outros tão pouco, é muito gratificante poder Dar Algo Agora!*

*NT: Tradução livre de "Give It Away Now!" referência ao título de uma canção dos Red Hot Chilli Pepers

 


A minha equipa(e) We Are Family corporativa em Milão!


Retrato Original dos CHIC


Presto homenagem mantendo viva a música da CHIC Organization


Tocando num dos muitos eventos GRAUITOS que realizei


Tocando num concerto grátis dos CHIC no Texas


Imediatamente antes deste evento pago, realizei um evento gratuito na Austrália

 


Add a comment Add a comment

Read more...

Category: Caminhando no Planeta C

Page 4 of 34

Instagram

Blog Search