Friday, April 18, 2014

Caminhando no Planeta C

Ensaiamos Sempre no SIR

27 de Fevereiro de 2012


Hoje tivemos o nosso segundo e último ensaio antes de viajar para a Austrália - Eu, a Folami e o Ralph

Hoje tivemos o nosso segundo e último ensaio antes de viajar para a Austrália. Ainda me sinto doente e mais cansado do que o habitual, mas tocar música fez-me sentir melhor temporariamente.

Ensaiamos sempre no SIR, assim como muitos outros artistas - e alguns deles têm posters autografados nas paredes. Até há um dos INXS, com quem me vou encontrar daqui a alguns dias.


Hoje tivemos o nosso segundo e último ensaio antes de viajar para a Austrália - Jerry e Selan


Hoje tivemos o nosso segundo e último ensaio antes de viajar para a Austrália - Kim e eu


Hoje tivemos o nosso segundo e último ensaio antes de viajar para a Austrália - Rich


Ensaiamos sempre no SIR


Poster autografado pelos INXS na parede do SIR


Ainda estou um bocadinho doente e mais cansado que o habitual, mas a música faz-me sempre sentir melhor


Ensaiando no SIR com a minha Guitarman em Acrílico


Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Isto Só A Mim Acontece...

26 de Fevereiro de 2012


Hoje é o primeiro dia de ensaios para os concertos na Austrália e sinto-me tão doente...

Não há falta de ironia na minha vida. Há pouco mais de um ano, os CHIC tocaram o seu primeiro concerto com os Earth, Wind & Fire. Tinha querido tocar com eles grande parte da minha vida. Na noite do concerto, tive um problema neurológico que me fez perder força muscular na minha mão direita. Não conseguia segurar a palheta e tive que tocar a noite inteira apenas com os dedos. Foi quase impossível imitar o meu estilo normal de "pancadinhas" com os meus dedos, mas lá consegui terminar o concerto. Foi uma das piores noites da minha vida.

Ontem acordei com febre e muito mal disposto. Era o primeiro dia de ensaios para os próximos concertos na Austrália. Tenho estado ansiosamente à espera de tocar na Austrália desde que o nosso primeiro álbum, e respectivo primeiro single "Le Freak," foi triplo platina e nº1 das tabelas de vendas na Austrália. Partimos apenas daqui a dois dias e eu sinto-me tão doente.

A música sempre me deu uma força extra para ultrapassar obstáculos incríveis e estou a contar com ela para me ajudar novamente. Estava tudo a correr tão bem ultimamente; acho que isto faz parte do Yin e Yang da vida. Sempre que tudo parece ser perfeito, alguma coisa menos boa acontece e apanha-me de surpresa. Estou a fazer tudo o que posso para recuperar. Normalmente sou uma pessoa feliz, mas às vezes acho que Isto Só A Mim Acontece...


Earth, Wind & Fire


Capa do single "Le Freak"


A música sempre me deu uma força extra para me ajudar a ultrapassar obstáculos incríveis


Plano de palco para o ensaio de ontem


Sinto-me mesmo muito mal, mas mesmo assim estou a tentar ensaiar até ao fim


Posso sempre contar com The CHIC Organization para me segurar com muletas de Platina


Independentemente de como me sinto, enquanto tiver nem que seja um rasto de fôlego, vou dar o meu máximo


A Minha Última Noite em Bremen na nossa última digressão; embora estivesse doente e o médico tivesse acabado de me ver, mesmo assim a nossa actuação foi excelente


O meu estilo de "pancadinhas" é quase impossível de imitar apenas com os dedos


Embora seja uma pessoa na generalidade feliz, ironicamente, às vezes acho que Isto Só A Mim Acontece...

CHIC, Earth, Wind & Fire, Scissor Sisters, INXS, Hall & Oates, Tina Arena e MAIS

Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Não Dá Para Acreditar - Mesmo!

25 de Fevereiro de 2012


Ontem mal pude esperar para ir para o estúdio e tocar no novo disco dos Scissor Sisters

Ontem toquei numa canção dos Scissor Sisters que tinha ouvido no dia anterior mas que não tinha podido gravar porque tinha um reunião importante agendada. Não tenho tido tempo para me dar ao luxo de produzir discos ultimamente, porque andei a escrever um livro e a compor dois musicais nos últimos anos.

Ir a um estúdio de gravação e tocar num disco novo, quase que parece a minha antiga vida. Posso criar as diferentes partes e cuidadosamente moldar as texturas com os artistas, produtores e engenheiros.

Há pouco mais de um ano, fui diagnosticado com um tipo de cancro/câncer muito agressivo e o meu futuro era incerto. Agora, não. Há algum tempo que não compunha, actuava, e tocava em tantos discos.

Depois de ser atacado pelo Temerário C, cada dia da minha vida sabe maravilhosamente bem e Não Dá Para Acreditar - Mesmo!


Estar no estúdio quase que parece a minha antiga vida


Posso criar as diferentes partes e cuidadosamente moldar as texturas com os artistas, produtores e engenheiros


Há algum tempo que não compunha, actuava, e tocava em tantos discos. Eu há alguns dias tocando noutro disco


O Jake dos Scissor Sisters tirando-me uma fotografia tirando-lhe uma fotografia


O Mark Ronson em estúdio produzindo os Scissor Sisters


Eu, o Jake Shears, e o Mark Ronson no estúdio


E além disso, sempre que acordo de manhã vejo isto - Não Dá Para Acreditar - Mesmo!

CHIC, Scissor Sisters, Mark Ronson, INXS, Hall & Oates, Tina Arena e MAIS

Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Ora Bolas! Não Posso Acreditar...

24 de Fevereiro de 2012


Como na maioria dos dias desta estação, hoje esteve calor

Hoje acordei e o dia estava igual à maioria dos dias desta estação - quente. O Nick, a pessoa que me conserta as coisas cá em casa, estava a consertar os armários da cozinha e pedi-lhe para ir lá fora comigo tirar-me algumas fotografias na doca. Embora estejamos em Fevereiro, se o barco estivesse destapado, tínhamos dado uma volta nele.

O telefone tocou e era o extraordinário músico/produtor Mark Ronson. Perguntou-se se eu podia ir até ao estúdio porque queria que eu tocasse num disco. Só de imaginar fiquei super animado. Ter uma guitarra nas mãos é o que me faz mais feliz. O único problema foi que tinha um compromisso já agendado - uma reunião importante com alguns grandes pensadores levada a cabo pela agência publicitária independente de vanguarda, Droga5. O convidado de honra era Morten Albæk, CMO da Vestas (empresa de turbinas eólicas). Uma das melhores coisas na minha vida é estar sempre tão ocupado.

Fui até ao estúdio dizer olá ao Mark e aos membros de uma das minhas bandas favoritas dos últimos anos - Scissor Sisters. Não tinha tempo para tocar no disco e ir à reunião da Droga5, mas fui ficando o mais que pude no estúdio e eles tocaram a canção para mim. A canção é excelente e, enquanto a tocaram, fui improvisando com eles tocando uma guitarra de 12 cordas. Queria gravar com eles mas, infelizmente, não pude. Ora Bolas! Não Posso Acreditar...

(Continua...)


Pedi ao Nick, a pessoa que conserta as coisas cá em casa, para me tirar algumas fotografias na doca


Se o barco estivesse destapado, tínhamos dado uma volta nele


Extraordinário Músico / Produtor, Mark Ronson


Uma reunião importante com alguns grandes pensadores levada a cabo pela agência publicitária de vanguarda, Droga5


O convidado de honra foi Morten Albæk, CMO da Vestas (empresa de turbinas eólicas)


Fui até ao estúdio para dizer olá ao Babydaddy e alguns dos membros dos Scissor Sisters


Jake Shears dos Scissor Sisters


A guitarra de 12 cordas que usei para improvisar e algum do material dos Scissor Sisters


Uma fotografia rápida enquanto esperava pelo elevador quando me fui embora do estúdio

CHIC, Scissor Sisters, Luther Vandross, INXS, Hall & Oates, Tina Arena e MAIS

Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Não Consigo Evitar Algumas das Minhas Maluquices

23 de Fevereiro de 2012


Tive que ir ao meu apartamento de Nova Iorque para uma reunião com um produtor

Muitas das pessoas que só recentemente começaram a ler o meu blogue diário, a minha celebração da vida depois de ter sido diagnosticado com cancro/câncer no ano passado, não sabem que canto para mim mesmo o dia inteiro.

Ontem, tive que ir ao meu apartamento de Nova Iorque para uma reunião com um produtor do musical que estou a compor. Antes de sair, vasculhei a casa inteira à procura dos meus ténis brancos favoritos. Tenho-os usado quase todo o Inverno porque o tempo tem estado invulgarmente quente para a estação do ano. Tinha-os atirado para um canto na noite anterior e não me lembrava onde estavam.

Tirei fotografias, porque achei que estariam num lugar estúpido e queria provas para mostrar à minha empregada. Sou sempre influenciado pelas coisas que vejo e as canções aparecem sem mais nem menos na minha cabeça como a música de fundo para a situação. É estranho, mas Não Consigo Evitar Algumas das Minhas Maluquices.


A sala estava impecavelmente arrumada - nenhum sinal dos ténis e eu cantando a versão do Luther de "House Is Not a Home"


Não estavam na sala do boneco asiático - e eu ainda cantando a canção do Luther


O ginásio estava imaculado - e eu cantando "Pump Up the Jam" dos Technotronic


Sabia que não estavam no quarto de hóspedes do estúdio, mas fui ver na mesma porque é perto do ginásio


Encontrei os ténis debaixo da mesa da cozinha, comecei a cantar "Running Away" do Roy Ayers fui até Nova Iorque


Durante a reunião, vi trabalhadores descendo num andaime pela janela


Corri até às escadas de emergência para tirar uma fotografia aos trabalhadores enquanto cantava "(I Want To Take You) Higher" dos Sly and the Family Stone


Quando regressei a casa, tinha recebido um email do Mark Ronson que estava no estúdio


Conheço o Mark desde que ele era pequenino - aqui está ele em minha casa há muito, MUITO tempo

CHIC, Luther Vandross, Roy Ayres, INXS, Hall & Oates, Tina Arena e MAIS

Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Poderão Contar Com Uma ou Duas Canções Ao Vivo

22 de Fevereiro de 2012


Daqui a alguns dias estarei na Austrália pele primeira vez com The CHIC Organization

Daqui a alguns dias estarei na Austrália pele primeira vez com The CHIC Organization. Estou muito animado e quero fazer qualquer coisa diferente. Não faço ideia quando terei outra oportunidade destas e vou tentar aproveitar a viagem ao máximo.

Queria combinar estes concertos com a apresentação do livro. Tenho um livro de memórias onde me dou a conhecer e explico porque faço a música que faço. Falo de tudo, desde tomar LSD com o Dr. Timothy Leary, passando por limpar o avião do Sr. Frank Sinatra aos quinze anos, o início da minha carreira no Apollo Theater e a vida antes e após a formação dos CHIC.

A apresentação do livro combinada com os concertos parece fazer muito sentido. O problema é que as apresentações de livros são GRATUITAS! Na área dos média/mídia, é normal uma empresa não querer ajudar na promoção dos interesses de outra empresa, e isso é compreensível.

Apesar de tudo, ontem decidi pelo menos tentar e, para minha surpresa, toda a gente quer ajudar. Aguardem o anúncio da minha digressão GRÁTIS de apresentação do livro - onde Poderão Contar Com Uma ou Duas Canções Ao Vivo.

CHIC, David Bowie, Duran Duran, Madonna, INXS, Hall & Oates, Tina Arena e MAIS


No livro, falo sobre o David Bowie, Duran Duran, Madonna, INXS, Hall & Oates, Tina Arena, David Lee Roth, Grace Jones, Steve Winwood, Thompson Twins, Bryan Ferry, Cyndi Lauper e mais


Autografando um tourbook original dos CHIC nos anos 80


Kyle MacLachlan, Angela Yee, eu, Gayle King no meu primeiro evento de apresentação do livro


LSD Hippie Guru, Dr. Timothy Leary


O jacto Lear do Frank Sinatra que limpei muitas vezes


Um dos primeiros eventos grátis de apresentação do livro onde incluí uma ou duas canções


Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Faço o Melhor que Posso

21 de Fevereiro de 2012


Fiz uma amizade mágica com a Alison Moyet recentemente durante uma digressão

Acontecem-me muitas coisas mágicas quando ando na estrada. Normalmente, são as actuações e as pessoas que conheço em viagem. Estou a preparar-me para ir até à Austrália, a primeira vez que os CHIC vão até este mercado.

Custa acreditar que, num país que teve seis singles produzidos por mim no nº 1 das tabelas de vendas, e onde tive inúmeros álbuns de sucesso, seja praticamente um desconhecido nos antípodas. Isto deve-se, provavelmente, ao nosso original conceito musical de anonimidade a que chamamos The CHIC Mystique, onde a música é que é a estrela.

Nunca corri atrás da fama porque sempre senti que era uma roupa que não me ficava bem. Passei toda a minha vida ao lado de estrelas e, quando entram numa sala, imediatamente algo se sente no ar. A Madonna é uma estrela, os Duran Duran são estrelas, o David Bowie é uma estrela, a Diana Ross e o Mick Jagger também! Houve alturas em que entrei numa sala com amigos que são estrelas, como o John Kennedy Jr. e o Prince, e quase que senti a energia da sala desviar-se, com um barco a inclinar-se empurrado pelas ondas. Em pouco tempo, pessoas que não conhecemos começam a ocupar o lado da sala onde nos encontramos. Essa é a realidade, a rotina das estrelas.

Sejamos estrelas ou não, nem sempre tudo corre como esperamos na vida. Nunca pensei ser atacado pelo cancro/câncer - mas fui. Nunca pensei que um dos meus concertos na Austrália fosse cancelado - mas ontem, um deles foi. A forma de lidar com boas notícias não é uma provação, provação é lidar com más notícias.

Olhando para o contexto geral, o cancelamento de um concerto numa digressão não é um desastre. Temos mais cinco concertos e não vou perder tempo com queixumes. O James Brown, Padrinho da Soul, resume isso na perfeição: "You can bet your bottom dollar you'll never hear me holler. I Do The Best That I Can Do!" (Podes apostar que nunca me ouvirás chorar; Faço o Melhor que Posso!)


Eu e o James Brown - O Padrinho da Soul


A Madonna é uma estrela


Os Duran Duran são estrelas


O David Bowie é uma estrela


A Diana Ross e o Mick Jagger também são estrelas!


Amigos que são estrelas John Kennedy Jr. e Prince


Aqui estamos ensaiando para uma série de actuações mágicas na nossa última digressão


Eu e The CHIC Organization com o Q-Tip e GZA numa acutação rara em conjunto


Travando conhecimento com uns garotos simpáticos em digressão


Galardão Billboard Top Pop Singles - 1985


A capa original do álbum CHIC usou modelos e estabeleceu a The CHIC Mystique


A Opera House em Sydney


Ser o apoio de estrelas é mais natural para mim


Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

A Mais Preciosa Oferta Que Podíamos Dar

20 de Fevereiro de 2012


Partilhando A Mais Preciosa Oferta Que Eu Podia Dar com alguns amigos em Roma

No percurso da minha vida ocorreu um desvio sísmico na experiência dos concertos ao vivo. Quando eu era mais jovem, quase toda a gente ia ouvir um artista tocar nova música polvilhada com sucessos. A maior parte do concerto consistia de canções em que os artistas estavam a trabalhar ou que tinham acabado de editar. O concerto ao vivo era a oportunidade para sentir a reacção do público à nova música.

No zeitgeist actual, quando um artista apresenta material desconhecido ao vivo, muitas pessoas aproveitam para ir à casa de banho. Será o nosso tempo demasiado valioso para experimentar o desconhecido?

Ontem estive a ver um especial de TV sobre o músico Peter Frampton. O álbum dele de 1976, Frampton Comes Alive, foi disco de platina 18 vezes. Era um álbum ao vivo e, até à actuação e respectiva gravação, a maior parte das pessoas no mundo nunca tinha ouvido essas canções. Hoje isso seria impossível! Mas houve um tempo em que o acto de emprestar os nossos ouvidos colectivos a um artista era A Mais Preciosa Oferta Que Podíamos Dar.


O álbum Frampton Comes Alive vendeu 18 milhões de exemplares apenas nos EUA!


Vi o Jimi Hendrix a tocar música nova ao vivo


Vi Sly & The Family Stone a tocar música nova ao vivo


Vi The Jackson 5 a tocar música nova ao vivo


Vi The Mahavishnu Orchestra a tocar música nova ao vivo


Vi os Parliament Funkadelic a tocar música nova ao vivo


Vi o Miles Davis a tocar música nova ao vivo


Vi The Stooges a tocar música nova ao vivo


Nas primeiras digressões dos CHIC, a maior parte da nossa música não era conhecida e era A Mais Preciosa Oferta Que Podíamos Dar


Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Tão Pouco Tempo

19 de Fevereiro de 2012


A lista de canções dos concertos da CHIC Organization no Japão no ano passado

Estou a elaborar a lista de canções para os concertos que terão lugar daqui a menos de duas semanas na Austrália. Tenho andado a pensar em adicionar algumas canções à lista por terem sido nº1 nas tabelas lá nos antípodas durante muitas semanas.

A maior parte das pessoas pelo mundo inteiro não sabe qual é a música que eu escrevi. Talvez esta digressão possa servir como cartão de visita, dado que é a primeira vez que vou tocar na Austrália?

A melhor maneira de me ficarem a conhecer é através do meu livro de memórias Le Freak, portanto ando a pensar fazer uma digressão combinada do livro e concertos.

Vou escrever ao meu promotor e ao meu editor para ver se estão abertos à ideia e se será possível organizar isto em Tão Pouco Tempo.



CHIC "Le Freak" - nº1 nas tabelas de vendas da Austrália durante cinco semanas



Diana Ross "Upside Down" - nº1 nas tabelas de vendas da Austrália durante quatro semanas



INXS "Original Sin" - nº1 nas tabelas de vendas da Austrália durante duas semanas



Madonna "Like A Virgin" - nº1 nas tabelas de vendas da Austrália durante cinco semanas



Madonna - "Angel / Into The Groove" - nº1 nas tabelas de vendas da Austrália durante quatro semanas




David Bowie / Mick Jagger "Dancin in the Streets" - nº1 nas tabelas de vendas da Austrália durante duas semanas


The CHIC Organization e Seal actuando em conjunto na nossa última digressão


Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Panther Baby

19 de Fevereiro de 2012


Evento Panther Baby com Jamal Joseph

Passei uma noite extraordinária ontem em Harlem. O meu amigo de longa data, Professor Jamal Joseph, promoveu um evento para o lançamento da sua biografia "Panther Baby." O Jamal e eu fizemos parte da secção de Harlem do Partido Panteras Negras para a Auto-Defesa na mesma altura.

O Jamal fez parte do famoso julgamento 'Panther 21' junto com Afeni Shakur, (mãe do Tupac) e dezanove outros. Depois de um longo julgamento os "The 21" foram ilibados de todas as acusações.

O Jamal já foi nomeado para um Galardão da Academia e é um dos melhores professores na Faculdade de Cinema da prestigiada Universidade de Columbia. Também é um reconhecido autor de peças de teatro, poeta, artista da palavra falada e o fundador do teatro IMPACT Repertory Theatre.

Neste evento vi gente da minha infância que há muito, muito tempo não via. Estava lá a Kathleen Cleaver, antiga Secretária de Comunicação e a mulher com o mais alto posto no Partido Panteras Negras, que é agora professora de direito e autora; Felipe Luciano, membro lendário dos Last Poets, antigo presidente dos Young Lords (os colegas latinos dos Panteras), autor e duas vezes galardoado com um Emmy para apresentação de notícias na TV nacional; Reggie Lucas, guitarrista, compositor e produtor discográfico de vanguarda, antigo membro da Miles Davis' Band, colega de escola e co-produtor do primeiro álbum da Madonna.

A sala estava cheia de gente que conheço desde os meus dezasseis anos, quando era um Panther Baby (Panterinha).


Jamal Joseph falando sobre o caso 21 Panteras Negras nos jardins da Universidade de Vermont - Burlington, Vermont - 1971


Tupac e Afeni Shakur


Kathleen Cleaver, Secretária de Comunicação do Partido Panteras Negras


Felipe Luciano à direita, como presidente dos Young Lords (Jovens Senhores)


Jamal Joseph com o seu duplamente premiado IMPACT Repertory Theatre durante uma actuação


Reggie Lucas em tempos passados


A sala estava cheia de gente que conheço desde os meus dezasseis anos, quando era um Panther Baby (Panterinha)


Um anos depois desta fotografia, fiz dezasseis anos e aderi ao Partido Panteras Negras


O single "Borderline" da Madonna - composto e produzido por Reggie Lucas


Jornalista vencedor de dois Galardões Emmy Felipe Luciano e eu, no evento Panther Baby


Add a comment Add a comment

Comments

Category: Caminhando no Planeta C

Page 20 of 34

Instagram

Blog Search